Jack Vasconcelos

sábado, 31 de agosto de 2013

Vamos pensar?

Me perguntam porque a falta de educação e cultura em certos países, a falta de comida e abrigo pra crianças ou animais ... porque a escassez humana me afeta tanto? É o que me perguntam. Seria doente se eu não me importasse com a condição humana a que nos submetemos todos os dias.




Por que não me importar com o que está afetando o Mundo? Enquanto houver alguém triste, apenas uma única pessoa triste em um mar de outras pessoas.....bem, tenho plena certeza de que nenhum outro poderá ser realmente feliz. Temos que entender e isso é muito claro pra mim, que temos a obrigação de dividir o que somos e temos uns com os outros. Eu não me pergunto se devo ajudar com moeda ou o que vão fazer com o pouco que estou doando, eu apenas ajudo.
Não adianta se perguntar se devemos fazer algo ou se isso vai fazer diferença...imagino quão estúpido é se perguntar se ajudar um vizinho alcoólatra faria diferença? Claro que sim!
O mundo é um elo ligado entre si e como dizer que sua vida não está indiretamente afetada pela guerra feita a milhares de quilômetros quando basta um pouco mais de estudo pra saber que sim, você e sua vida estão sendo afetados de alguma maneira por algo que está acontecendo do outro lado do oceano.Então ajudar um vizinho pode ser um gesto pequeno mas ainda assim um gesto, por que o 'não ajudar' seria a única pergunta plausível pra mim.Como comer ou dizer que se está cem por cento feliz enquanto existem tantos que não tem metade do que você tem?
Mas veja bem, não estou dizendo que devemos ser tristes por que alguma parcela não está contente ou que devemos ajudar pessoas supostamente incapazes de 'vencer' , quando até mesmo esse conceito de vencer pode ser extremamente abstrato num Mundo em que trapacear pra alguns faz parte do sucesso.... o que estou tentando realmente dizer é que possamos pensar de alguma forma, nem que seja num gesto pequeno que mencionei, ajudar em algum pequenino ponto  o próximo que pode vir a ser nós mesmos um dia.
E eu me pergunto, até quando vamos comprar o que não precisamos satisfazendo um ego que no fundo nem sabemos como cresce, até quando vamos rejeitar os pedidos desesperados de crianças que entram com armas nas escolas querendo atenção e provocam verdadeiros desastres, até quando os animais serão mutilados em nome do vazio capital ou abandonados ao acaso por falta de amor ou senso de realidade, até quando terei que chorar sozinha pensando em quantas barrigas naquela mesma hora estão roncando de fome, até quando o até quando vai durar? Sim, me sinto feliz com coisas simples, o céu, o vento, um sorriso e também me dou a felicidade vinda de um objeto que comprei, não vejo problema no luxo ou no conforto, pelo contrário, creio que todos temos direito a isso e justamente por entender que poucas pessoas tem mais do que precisam que me vejo obrigada a não esquecer  de algo tão simplório como dividir.
Vamos dizer CHEGA, paremos de ver tabloides sobre pessoas que nunca nos acrescentam , por que alimentar esse demônio sem cor dentro de nós que teima em endeusar pessoas sem valores, vamos dizer chega pra inveja reprimida que temos de pessoas que são diferentes de nós, isso é tão ridículo, se todos somos diferentes eis aí o segredo, um complementando o outro e é por isso que ninguém jamais vai conseguir provar se Deus existe ou não, a centelha divina não comete erros, um ser humano advindo da total diferença o obriga a conviver com todos os outros e isso só pode ter vindo de uma força supra que não  tem resposta cientifica. Continuem tentando, afinal foi pela tentativa que achamos tantos segredos pra viver melhor, vamos procurar pelo que nos acrescenta e faz a vida valer a pena. Respeitar nossas crianças e aprender mais com elas, gestos pequenos. E não, eu não sou uma daquelas pessoas que escrevem e não vivem o que escrevem ou o que estão dizendo, quem me conhece sabe da minha natureza.
Por que sei que ao invés de ler um texto sem pensar na pessoa pra extrair algo, metade dessas pessoas estão lendo pensando em quem pode escrever. Isso é tão baixo quanto julgar Thomas Edison enquanto você desfruta de um banho quente que depende totalmente da eletricidade.  E não estou me comparando com o cara, apenas ilustro a ideia de pessoa e objeto estarem separadas pela criação, o texto foi criado e a pessoa que escreve está em constante aprendizado, isso não formula um julgamento único visto que estou em constante mudança com o que sou. Não julgar o outro e esquecer a figura e apenas aprender é um dos grandes desafios da Humanidade. Separar o autor da obra, absorver o que nos fortalece e esquecer o que nos oprime. Sempre diante de desafios ou pessoas que te incomodam extraia o que te fortalece ao invés de cultivar ódio. E se pararmos pra pensar, quantas coisas detestamos nos outros e metade delas por motivos fúteis e não pelo que a pessoa realmente é, o que também seria uma estupidez odiar alguém por ser ela mesma, meu Deus, odiar em si é uma grande estupidez.
Por isso eu não perco um segundo da minha vida odiando alguém ou alimentando quem me odeia, apenas oro por que isso é parte de mim e sigo adiante, a vida é uma só e a partir do momento que você tem total consciência disso você abdica de valores baixos e começa a vivenciar coisas elevadas como não julgar pela roupa ou pelo gosto musical, aprende a respeitar o direito do outro e a entender que animais devem ser amados , aprende que amizade é algo que se dá e recebe, aprende que amor se cultiva todos os dias e aprende que todo ponto imutável da vida não jaz em uma explicação mas no sentido de viver.
Canso de ver gente que vai a igreja e dentro de si formula um julgamento do que acha certo ou errado baseado no que ela vê e nunca no que ela conhece da pessoa. Estive perto de gente assim e confesso que quero distância, me reservo o direito de manter meu espaço apenas pra quem quero. É um direito meu. Assim como Jesus poderia ter escolhido 20 para ter como discípulos, mas não foi o que ele fez, foram escolhidos 12 porque ele entendia que perto dele deveria haver amor pra que ele pudesse se encontrar com os que estavam perdidos. É preciso amor pra viver entre tantos inimigos e somente com Jesus pude aprender essa tolerância final. Sejamos simples e puros, eu acredito nessa primícia e levo a sério, gente que se diz uma coisa e mostra outra comigo não tem vez então porque cultivar pessoas pequenas? Eu quero paz .. amizades sinceras...eu quero amor e tenho tido isso sempre que preciso.
Me tornar um ser humano melhor é uma tarefa a que me delego todos os dias e nos pequenos detalhes. E você? O que você está fazendo por si mesmo agora, hoje ...ou o que você vai fazer pra sentir orgulho de si mesmo sem traços egóicos mas apenas com a perspectiva de que sim, podemos melhorar? O  que você está fazendo com a única vida que você  tem agora?
Se estude, se vasculhe e se torne um conhecedor de si mesmo como Sócrates sugeriu, e sugeriu bem... quanto mais a aventura de si mesmo se tornar um hábito mais a leitura do outro se torna uma benção, e então podemos ser melhores do que somos, sempre.

texto : Jackeline Nuit

14 comentários:

  1. A seguir de volta :)
    O texto está tão lindo, continua porque escreves com um sentimento muito grande :p

    Beijinhos :D

    Cláudia de Diário da História das Coisas
    http://4eversimplewords.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  2. O texto ficou simplesmente lindo!!
    Seguindo ><
    MTPG

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. obrigada por ter lido Luana...vo te seguir de volta flor

      Excluir
  3. O texto ficou muito bom, muito bem escrito!! Parabéns!!
    A gente tem que se preocupar realmente em nos tornarmos uma pessoa melhor a cada dia, nem se for um pouquinho por dia né?!
    Está rolando um sorteio muito legal lá no blog.. Conto com a sua participação!!
    Beijinhos!!

    www.rolamuito.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. fico feliz que tenha gostado e to indo ver o sorteio <33

      Excluir
  4. gostei mt do texto *-* Adoro texto grandao assim *-*
    Leitora, obrigada por ver meu ultimo post, tem texto novo, passa lá quando der, bjbj Kellen.

    http://pedacosdelembrancas.blogspot.com.br/2013/08/mais-uma-vez-eu-ser-feliz.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. que bom que gostou e realmente ficou grande :D to indo conferir o post <33

      Excluir
  5. Separar o autor da obra, absorver o que nos fortalece e esquecer o que nos oprime.

    Para mim, a melhor frase :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. fico feliz que tenha captado bem o que escrevi Camila <33 um prazer sua visita aqui e seu comentário :} obrigada de coração

      Excluir
  6. Oiii linda !
    Tudo bem com você ? Espero que sim !
    Bom eu não conhecia seu blog e eu conheci agora , ele é lindo impecável ! com certeza eu voltarei nele várias e várias vezes ! Ah , amei o seu post viu ! Tudo que você faz aqui é incrível ! Lindo o layout do seu blog , amei !
    Linda meu blog tá de cara nova !
    Eu estou seguindo seu blog não achei a sua fan page aqui , mas por favor tem como curtir a minha ?
    www.batom-veermelho.blogspot.com.br
    Beijos , Fique com Deus & Sucesso com seu blog !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ainda não tenho fanpage mas espero ter em breve, obrigada pelo elogio, to indo conferir seu blog <33

      Excluir
  7. Amiga, seu blog está demais!
    Adorei lembrar o "velho escritor" e realmente é fantástico tudo o que escreveu...
    Este texto está muito lindo,temos que melhorar a cada dia, cada um de nós!

    http://www.elianedelacerda.com

    ResponderExcluir

Atriz por amor e profissão. Devido a um sonho antigo, decidiu escrever seu primeiro livro chamado Nephesh de cada dia e se aventura a ser escritora. Modelo e pintora nas horas vagas. Viciada em Arte, família, Jesus, animais, livros, games e guitarras.

Youtube Facebook Twitter Instagram

Site oficial: JackVasconcelos.com.br/

:: Youtube ::

Bem vindos ao meu canal, clica e já se inscreve! Tem vídeo novo toda quarta-feira. Um pouquinho do meu mundo pra vocês: arte, moda, inspirações, livros e tudo que a gente gosta.

:: Fanpage ::

:: Meu livro ::

Twitter AgBooks Amazon Clube dos autores

Nephesh de cada dia é o retrato letrado da espiritualidade moderna.Poesias que refletem a condição e o acordo Humano dia após dia em busca do conhecimento.

::Meus quadros::


A cada traço um meio de revelar a alma e o corpo através das cores.

Parcerias

Overshock Overshock