Jack Vasconcelos

quarta-feira, 11 de novembro de 2015

Crepúsculo dos ídolos - Nietzsche






Penúltima obra de Nietzsche, pouco antes de perder o juízo. Crepúsculo dos ídolos é um convite do escritor a filosofia.
Um dos escritores que mais li,  hoje com resenha no blog. Vem conferir.




Sou suspeita, adoro Nietzsche mesmo com tantos pontos diferentes do que penso e acredito. Sua história marca um grande questionamento que todo ser humano deveria fazer a si em algum momento da vida. 


Esse é o meu atual Crepúsculo dos ídolos (2008) da Editora Escala, uma edição mais antiga. 




Minhas impressões

Um embate de incertezas, críticas a Sócrates e outras dúvidas permeiam quem lê esse livro.
Alguns compreendem que o autor pretende sempre explorar a verdade e outros apenas admitem essa verdade como véu sem transparência. Para entender Nietzsche é preciso se aprofundar.
Sempre leio algum livro de Nietzsche para trazer questionamentos pessoais sobre minhas crenças e outras vezes por diversão. Gosto da maneira ácida com que ele trata todo assunto embora nem sempre eu aceite ou concorde. Afinal isso é filosofia.

No livro Crepúsculo dos ídolos, Nietzsche fala abertamente o que pensa dos filósofos que o cercava, declarações polêmicas. Ele ataca também as concepções filosóficas que surgiam em meio a tantos questionamentos.
Ele traz também a tona o Homem - superior que revela o pensamento de Nietzsche sobre o endeusamento e materialismos presentes no ser humano.  Afinal o que é o Homem sem a ética de seus dias tentando progredir sob essa máxima religiosa?

Um dos questionamentos dos livros (dentre vários) surge sob o olhar da religião, a maneira como o homem foi criado na tradição judaico cristã.Ele questiona a moral religiosa e até onde devemos nos deixar interferir. Perguntas como: Onde a fé é necessária?  nos fazem refletir sobre a busca dessa religião cega e não do desejo profundo de conhecer a si mesmo.
O capitulo Passatempos Inaturais traz uma reflexão bastante simples, o direito a estupidez, onde o homem trabalhador, no século da escravidão voluntária (minha opinião) se deixa levar por seus instintos adormecidos.

Ao ler o livro mudei de visão várias vezes, e uma delas foi achar que o autor está na critica ferrenha com os outros companheiros, acredito que mais do que isso, Nietszche está nos dando opçoes.



O livro

Título: O crepúsculo dos ídolos
Autor:  Friedrich Nietzsche
Editora: Hermus
Páginas: 123
ISBN 9788575567067

Nietzsche passa pelo crivo de seu cérebro algumas conquistas da sociedade de sua época- que assim eram consideradas pelo mundo filosófico- e condena algumas como ilusórias. Penúltima obra do autor em 1888. O livro é um critica a todo tipo de idolatria e endeusamento. A palavra martelo surgida no subtitulo sugere a destruiçao do material e das crenças abordadas.










Trechos do livro e do autor


'' Não importa que eu tenha razão! Tenho razão demais. - E ri melhor quem ri por último.''

''Fórmula de minha felicidade: um sim, um não, uma linha reta, um objetivo.''

''Nada é belo. Somente o Homem é belo: nessa ingenuidade repousa a estética, é sua primeira verdade.''





Saiba mais sobre Nietzsche : Wikipédia aqui
Compre os livros de Nietzsche : Estante virtual aqui e Submarino aqui 







Ninguém é responsável por existir, por ser constituído desta ou daquela forma, por estar nessas circunstâncias, nesse ambiente. A fatalidade de seu ser não pode ser separada da fatalidade de tudo o que foi e será. Ele não é a consequência de uma intenção própria, de uma vontade, de uma finalidade; com ele não é feita a tentativa de alcançar um “ideal de homem” ou “ideal de felicidade” ou um “ideal de 
moralidade” – é absurdo querer rolar o seu ser na direção de uma finalidade qualquer. 





Quer ler o livro online?

clique aqui e aqui 

Espero que tenham gostado.
Besitos

14 comentários:

  1. Nunca li nenhum livro dele, acredita? Mas tenho muita vontade de conhecer mais sobre ele.
    Beijos

    http://luadefevereiro.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. vc ia gostar, o cara é fera! :D obrigada por comentar

      Excluir
  2. Acho que nunca li nada dele, mas já me falaram muito sobre.
    Beijos!

    Blog Pam Lepletier

    ResponderExcluir
  3. Guria, nunca ouvi falar sobre ele, acredita?
    Não sou culta em relação a livros...
    Adorei o teu blog e já estou te seguindo para acompanhar teu trabalho.
    Mil Beijos
    http://www.alecanofre.com/
    https://www.youtube.com/alecanofremakeup/

    ResponderExcluir
  4. Incrível, Jack! De Nietzsche eu só conheço algumas frases e uns pensamentos, mas depois de ler sua resenha fiquei morrendo de vontade de ler esse livro, acho que preciso de uma leitura mais intensa e reflexiva por agora. Aliás, adoro os livros que você traz aqui pro seu blog, viu? Parabéns pela resenha!

    Beijos!
    Heey, Maria! | Fanpage

    ResponderExcluir
  5. Nunca li nada de Nietzsche, mas tenho vontade. Gostei bastante dessa resenha, talvez comece por esse livro.
    Beijos
    Bluebell Bee

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Nossa, gosto muito de Nietzsche, e até comecei um livro dele anos passado, mas não concluí a leitura. Gostei também da sua sinceridade sobre a obra, mesmo não concordando com algo, ainda admitiu-se ler e conhecer.

    Blog Entretanto

    ResponderExcluir
  7. Oi Lindona !
    Parece ser ótimo.
    Tem postagem nova no meu blog, vem conferir !
    Meu Blog: ➥ Plantão da Beleza
    Lojinha de Templates: ➥Lojinha Blog Chic
    Meu Instagram➥@simarapink
    Meu Canal no Youtube: ➥ Vídeos do Canal
    ✿.♥.✿.♥.✿.¸.•*¨*•►BeijosssssssssSimara Pink ♥♥♥♥♥♥

    ResponderExcluir
  8. Eu tenho uns livros de Nietzche, mas não conhecia esse. Amei o que escreveu sobre e as frases que postou aqui. Livros que nos façam abrir a mente, criticar e problematizar são sempre bem-vindos! <33

    Blog Mudei Modei ♥

    ResponderExcluir
  9. Eu nunca li um livro se quer dele, mas já assisti alguns filmes sobre ele, se você me indicasse um livro dele para eu ler, sem nunca ter lido nada dele, qual seria? Beijos

    Come on Cintia/

    ResponderExcluir
  10. Também nunca li nada dele mas tenho muita vontade. Ouço muito falar deste livro justamente por estas críticas aos demais pensadores da época, muito interessante :)
    boa semana :)

    Red Behavior

    ResponderExcluir
  11. Nunca li nenhum livro do autor, mas sempre fui curiosa pra conhecer um pouco mais sobre as obras.
    Post it & Livros

    ResponderExcluir
  12. Nunca li nenhum obra dele, estudei um pouco sobre a vida dele, não gostos das críticas a sócrates (porque gosto demais do sócrates) e algumas ideias de Nietzsche inspiraram o nazismo. Mas vou ler o livro quem sabe eu não mude de ideia.
    muraldagabs.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Atriz por amor e profissão. Devido a um sonho antigo, decidiu escrever seu primeiro livro chamado Nephesh de cada dia e se aventura a ser escritora. Modelo e pintora nas horas vagas. Viciada em Arte, família, Jesus, animais, livros, games e guitarras.

Youtube Facebook Twitter Instagram

Site oficial: JackVasconcelos.com.br/

:: Youtube ::

Bem vindos ao meu canal, clica e já se inscreve! Tem vídeo novo toda quarta-feira. Um pouquinho do meu mundo pra vocês: arte, moda, inspirações, livros e tudo que a gente gosta.

:: Fanpage ::

:: Meu livro ::

Twitter AgBooks Amazon Clube dos autores

Nephesh de cada dia é o retrato letrado da espiritualidade moderna.Poesias que refletem a condição e o acordo Humano dia após dia em busca do conhecimento.

::Meus quadros::


A cada traço um meio de revelar a alma e o corpo através das cores.

Parcerias

Overshock Overshock